Paraty e Ilha Grande viram Patrimônio da Humanidade pela Unesco

Paraty e Ilha Grande agora são Patrimônio da Humanidade de Unesco em anuncio feito nesta sexta-feira (7). Essa é a primeira vez que o Brasil tem um sítio misto reconhecido por sua cultura e natureza.

Atualmente, o Brasil conta com 22 bens que entram na lista de Patrimônio da Humanidade em diferentes regiões.

Paraty e Ilha Grande foram escolhidas devido a vasta vegetação que cerca a região, com 85% da cobertura vegetal nativa bem conservada do bioma Mata Atlântica.

Além disso, o critério que deu para Paraty e Ilha Grande o título de Patrimônio da Humanidade está as diferentes fisionomias vegetais permitem a ocorrência de uma fauna e flora incomparáveis, com diversas espécies raras e endêmicas.

No caso de Paraty, o fator histórico também foi fundamental para isso. A região é dona de um grande acervo da época da escravidão, além de ruas e casas que do período colonial. Tudo isso sempre foi bem aproveitando pelos turistas que lotam a cidade, seja em busca das lindas praias como para obter mais conhecimento dessa região tão bonita.

Com esse título de Patrimônio da Humanidade da Unesco, tanto Paraty como Ilha Grande deve ter o aumento do turismo, o que vem sendo bastante aguardado pelo comerciantes e moradores das cidades.

Segundo a Unesco, os Sítios do Patrimônio Mundial Natural protegem áreas consideradas excepcionais do ponto de vista da diversidade biológica e da paisagem. Assim, são recebidos investimentos que podem melhorar a região de Paraty e Ilha Grande, que favorece o crescimento das cidades, com visibilidade internacional.

Também, é importante que a gestão de Paraty e Ilha Grande possam manter as regiões com grande proteção, seja nas áreas de mata como em comunidades indígenas.