Com relação à administração municipal de Itapagipe, você acha que as ações da oposição:
Ajudam
Atrapalham
Não faz diferença





falecom@openhaus.com.br



17/Fev/2017 - 08:17
Itapagipe vacina parte de moradores da zona rural após achar ossada de macaco

Vig. Ambiental de Itapagipe
Não foi possivel confirmar se o macaco morreu com a doença

Mesmo sem nenhum caso suspeito da doença ter sido registrado no município, a Vigilância Ambiental de Itapagipe resolveu vacinar parte dos moradores da zona rural contra a febre amarela. A medida foi tomada após a ossada de um primata ter sido encontrada na região conhecida por "córrego da Fazendinha", antiga propriedade de Olegário Queiroz, próximo ao rio Grande .


De acordo com a Vigilância Ambiental, devido ao estado avançado de decomposição, não foi possível colher material para fazer o exame e comprovar se o animal morreu de febre amarela ou de causas naturais.


Mesmo assim, uma campanha de vacinação foi montada e iniciada nesta semana. A princípio, os agentes estão percorrendo casa a casa as propriedades que ficam num raio de 12 km de onde a ossada doi encontrada.


Já foram vacinados moradores das regiões da Macaúba, Macaúba de Cima, brejo de Trás, Lageado, Brejaúba, Cedrinho, Cedro Grande, Bucãina e Vertentinha.


Hoje a campanha continua entre o rio Grande e a MG-255, nas regiões do ribeirão Moeda, Moeda/Sítio, ribeirão Cachoeira, Bebedouro, Bebedourinho, Divisa/Sítio e Cabeceira do Cedro Grande.


A Vigilância Ambiental ressalta que não há motivo para preocupação, já que nenhuma suspeita de febre amarela surgiu no município e mesmo o macaco que morreu pode não ter sido vítima da doença. "Esta é uma campanha preventiva", frisa.