Com relação à administração municipal de Itapagipe, você acha que as ações da oposição:
Ajudam
Atrapalham
Não faz diferença





falecom@openhaus.com.br



10/Abr/2014 - 02:53
Juliano diz que prefeito agora precisa ‘partir para o trabalho’

Cassiano Ricardo


Ao usar a Tribuna no final da reunião da Câmara do dia 01/04, o vereador Juliano Silva (PRB) afirmou que não há mais motivos para o prefeito Dirlei Barbosa (PSDB) não mostrar serviço no comando da prefeitura e no zelo pelo município.


O vereador referiu-se, principalmente, às máquinas doadas à Prefeitura pelo governo federal – retroescavadeira, motoniveladora e caminhão basculante – e também às compradas através de financiamento (concessão de royalties até o valor de R$ 1 milhão) – motoniveladora e pá-carregadeira e mais duas caminhonetes cabine dupla.


“Com a chegada dessas maquinas, acho que agora deve cessar o problema da zona rural”, comentou.  “Agora é partir para o trabalho”, cobrou Juliano.


Para ele, é preciso focar a atenção também na cidade. “Ouvimos reclamações todos os dias”, ressaltou ele referindo-se aos buracos nas ruas, à coleta de lixo, à falta de iluminação em alguns pontos da cidade, problemas na Saúde, falta de médicos, entre outros.


“Essa administração precisa não de um choque de gestão – porque o exemplo que temos do governo de Aécio Neves (PSDB) em Minas fez do nosso estado o mais endividado da Nação; é  um modelo a não ser seguido –, mas de um curto-circuito de gestão”, ironizou.


Na opinião do vereador, a gestão pública deve ser encarada de forma similar à de empresas privadas. “Tem que haver transparência sim, mas aliada à eficiência ao planejamento e à rapidez”, ensinou.


Aliados também criticam

O eterno adiamento na resolução de problemas e a ineficiência do serviço público na atual administração levaram dois vereadores do partido do prefeito, o PSDB, a criticar sua gestão.


A que mais abertamente reclamou foi Nair Ferreira. Ela criticou a serraria quebrada, a falta de combustível, o não-atendimento dos pedidos dela e dos colegas vereadores, o serviço mal feito na recuperação de buracos da cidade e limpeza de terrenos, a falta de iluminação pública, entre outras coisas.


“Gente, vamos agilizar isso. Está muito devagar!”, cobrou ela.


O também tucano Sézio Silva mostrou-se “desanimado” após participar de um congresso em Belo Horizonte no final de março. “Estou meio descrente de algumas promessas aí”, disse ele, referindo-se à notícia que ouviu do palestrante do evento na capital de que Minas Gerais é o mais endividado entre todos os estados do Brasil.